Combate

RESENHA


 

Fabricante: Estrela

# de jogadores: 2

Idade: a partir de 8 anos

Tipo: Estratégia

 

Combate é um clássico dos jogos de guerra, provavelmente o mais simples desse gênero, uma introdução obrigatória para qualquer um que queira se aventurar neste terreno.

Criado, ao que parece, no início do século, esse jogo reaparece periodicamente. Foi lançado nos anos 60 com o nome de Stratego, nome que ainda carrega nos Estados Unidos e na Europa.

Os jogos de guerra normalmente são para dois participantes e apresentam uma série de características. Cada um dos exércitos possui uma série de armas com características próprias de movimentação, ataque, defesa, etc. que são posicionadas inicialmente de maneira que o adversário não saiba que peça está em que lugar. É justamente esse o detalhe que traz a este tipo de jogos todo o seu realismo pois como em uma batalha de verdade cada exército se posiciona a partir de um plano estratégico que deve contemplar ataque e defesa, em seguida ou antes se possível tenta descobrir tudo o que puder sobre seu adversário (poderio militar, disposição de suas tropas, seus planos estratégicos, etc.). A batalha começa e se formos surpreendidos por uma manobra do adversário devemos estar preparados para responder com agilidade ou para um reposicionamento de nossas forças de maneira a neutralizar uma eventual desvantagem. É claro que começar em vantagem também é possível e sem dúvida muito mais agradável, mas em seguida devemos estar muito atentos e tentar prever quais serão os próximos passos de nosso adversário, para não perdê-la.

Como disse antes Combate é o primeiro passo desse universo enorme. É um jogo fácil de se aprender   e jogar e que explora de maneira simples os princípios gerais dos jogos de guerra, o que faz deste jogo uma boa opção de divertimento para pessoas de todas as idades. Inclusive não perdendo o encanto com as possibilidades de manobras cada vez mais sofisticadas para jogadores adultos. Um jogo que não se esgota em poucas partidas e dá espaço para situações engraçadas como blefar e pressionar o Marechal adversário apenas com um soldado, ou dar a volta pelo lago pegando seu adversário pela retaguarda, ou ainda atrair uma peça poderosa que se entusiasma perseguindo uma peça fraca para uma emboscada em alguma posição onde você está mais forte, etc.

Combate é jogado em um tabuleiro de 10X10 casas, tendo cada jogador 40 peças em hierarquia (1 marechal, 1 general, 2 coronéis, 3 majores, etc., além de 1 espião, 1 bandeira e 6 bombas). O objetivo de cada exército é capturar a bandeira adversária.

No início da partida, cada um organiza suas peças como quiser, nas 3 linhas iniciais. Há 4 linhas separando um exército do outro, com 2 lagos que dificultam a movimentação. As peças são feitas de modo que você sabe o valor de cada uma delas, mas para o adversário todas são iguais e não há como distingui-las.

As peças se movimentam na horizontal ou na vertical, uma casa por vez (as exceções são os soldados, que podem se mover várias casas por vez e a bandeira e as bombas, que não se movem). Quando 2 figuras se encontram, são reveladas as patentes de cada uma. A de maior valor é vencedora e a outra sai do jogo, capturada.   À medida que o jogo transcorre, os jogadores vão conhecendo a posição das principais peças do adversário. A boa organização inicial das peças e a memória são fatores fundamentais para o sucesso.

Combate é a meu ver uma boa opção para quem gosta de jogos onde a sorte pesa pouco e a estratégia e o raciocínio pesam mais. Ou para quem não pretende ser um especialista em jogos de guerra mas gostaria de ter um gostinho. E quem sabe a partir daí desenvolver um interesse que lhe dê vontade e disposição de estudar e aprender as regras dos jogos mais avançados que se por um lado são mais difíceis por outro permitem batalhas mais realistas e elaboradas.

Algumas dicas de bom senso que talvez sejam úteis para vencer uma partida:

1.        Conheça bem a função tática que cada peça pode ter tanto no ataque como na defesa.

2.        Posicionar suas peças a partir de um plano estratégico claro, que contemple também a possibilidade de remanejamento ágil.

3.        Mapear as posições inimigas o mais rápido possível, antes de partir para o ataque.

 

Boa sorte.

 

Sergio Halaban

Designer, criador de jogos e um dos sócios da SB Jogos 

 

Dicas para jogar Combate

 

André, 26 anos, São Paulo

1.        Como o tiranossauro Rex, só ataque o que se move (se não quiser explodir de surpresa). Os soldados podem ser úteis na hora de atacar peças imóveis e suspeitas.

2.        Evite revelar desnecessariamente patentes altas, dando a preferência por capturas com peças menores. Mas mantenha sempre por perto peças importantes para evitar massacres.

3.        Uma peça importante atrás de uma peça menos importante pode ser uma boa cilada. Ex: o adversário vem com um sargento e é capturado por seu tenente. Ele vai trazer assim que puder um capitão ou major para capturar o seu tenente. E aí você captura o oficial dele com um coronel.

 

Hélio,19anos, Mato Grosso do Sul

Guarde pelomenos um soldado ele pode ser muito util para matar o espião, já que o soldado pode correr mais de uma casa(claro que antes vc tem que descobrir quem é o espião).

Matheus Biaggi Machado de Mello

Coloque bombas em volta da bandeira assim ficara dificil de ser abatido facilmente e coloque o marachal perto da bandeira podendo defende-la.

Fábio Veiga Floripa

Procurei sempre deixar um corredor livre na terceira fileira de casas. Assim, a movimentação de tropas de socorro era muito mais rápida e letal. abraço

Elcio Luiz, 34 anos. Belo Horizonte - MG
Sempre coloque a sua bandeira rodeada por 03 bombas e com alguma peça de patente alta por perto, dessa forma o jogador adversário terá que sacrificar alguma peça para retitar as bombas ou atacar com o cabo armeiro (aí vc pega ele com sua peça de patente mais alta).

José Artigas Souza Leão - Rio Grande do Sul

Acabo de ler as dicas sobre este jogo e gostaria de acrescentar:

Por enquanto é o que me ocorre. Até mais.





Home     Mundo dos Jogos     Jogos Recomendados     Improvise e Jogue     Opinião     Os Autores     Links    

Assine o Livro de Visitas Veja o Livro de Visitas      Email: (comentários, sugestões...)